domingo, 7 de novembro de 2010

.. não é o que mais importa.


Hoje, posso dizer. Ter alguém contigo não é o que mais importa. Fazer novos amigos não importa tanto , viver sem preconceito não importa.
Dentro dos meus BRAÇOS, os ABRAÇOS hão de ser MILHÕES DE ABRAÇOS APERTADOS, CALADOS.
Carinhos sem ter fim.
Acabar com esse negócio de viver sem mim. :/
Tá! Parei. Hoje não tenho muito o que dizer, só colar estrofes que amo. To sem inspiração mesmo. To sem o que dizer pra ELA, pro seu cabelinho loiro, pra sua pele clarinha. Pra seus olhos fundos e acastanhados. Pra sua idade de 15 anos. Pra sua imaturidade, pra seus braços e seus grandes seios. Pra forma como me chama, será que to ficando DOIDA rapá ? *_*
Tem outra que também to perdendo meu amor. A morena de pele e de cabelo, olhos NEGROS, corpo farto. A outra que também quero tem cabelo roxo! =D Hehe *-* ( Mas essa tem namorada, tem a quem amar. )
Também to querendo alguns meninos, mas esses são SEGREDINHOS e é óbvio que os quero BEM menos do que as gurias citadas acima.
Não quero só escrever sobre esse tipo de amor, quero também dizer que to apaixonada por outra escritora. E dessa vez a paixão tá passando dos limites, ela se chama LYA LUFT *_* PUTA QUE PARIU, que amor é esse? *o*
Outra coisa, chega de amor. Chega de falar, chega de escrever. :/
uuir, sem inspiração tudo me irrita =x

domingo, 17 de outubro de 2010

s2

Era uma vez uma doce garotinha, de cabelos negros.
Olhos fundos, castanhos e delicados.
Cresceu com amor,
Um belo dia sentiu a dor da perda. Talvez seu melhor amigo, talvez seu irmão de outras vidas. Ele foi embora e a deixou sozinha.
Ela teve que crescer ainda mais em um curto período de tempo.
Todos diziam que ela não ia aguentar, parou de viver a vida e passou
a escutar Chico Buarque.
Se identificou e por lá ficou.

Até hoje, talvez essa moreninha precise passar por alguma fase da vida. Enquanto ela não descobre qual é, passa a viver com a literatura de apoio, a música de sonho e a medicina de profissão.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Ela é o que eu quero pra mim *-*

Morena, vestido nao usa. Rosto grosso, nariz pontudo. Engraçada, machinha, sorriso lindo. Cabelo bagunçado. Uma voz grossa que entorpece a mais dura criatura. Coletes escuros, séria para os outros, feliz e doce pra mim. Inteligente ao extremo, culta de forma doce, mágica. Uma menina que roubou meu coração, tão sexy. Pernas sensuais, seios fartos e pescoço alvo. Ombros tão desenhados, parecia ser feito de nanquin. Olhos.. e os olhos fundos, dava para se entregar no eclipse. Quem diria que teria meu coração com tanta veracidade, com fluidez de sentidos. Não consigo decidir o que sinto ao olhar para suas costas, para seu calcanhar todo pintadinho de borboletas.

È a minha Afrodite, a minha perfeita. A minha Nataly *-*

domingo, 10 de outubro de 2010

Para Nathália.

Era uma vez ...
Uma Naná. Cabelos negros como sorvete de chocolate amargo. Olhos doces, nariz pontudinho (Lembrava-me uma princesa.) Queixinho magro, corpinho de bailarina e uma voz de criança.
Essa princesa estava andando no bosque encantado, quando conheceu um esquilo falante, que virou seu amigo. No mesmo dia de sol, deu de cara com um belo infante, dono da voz feroz. Se casaram e tiveram filinhos lindos, que vendiam absurdamente nas melhores livrarias do país.



Sua voz doce encantava o coração duro do rei. Era a princesa da noite, a morena dos olhos petulantes. A sinfonia tocada e seus pezinhos bailavam, achávamos que suas lágrimas eram de alegria. Mas a tristeza corroia seu coração por estar longe da literatura.



Dedos parados. Dedos mechendo. Teclando. Movimentando a mente . Graduadamente. Sorrateiramente uma ideia, uma mágica presença. Um personagem, uma criação. Um filho. Lágrimas saltavam a seus olhos. Seu bebê pensou que era de emoção, mas no fundo da alma.. lamentava uma incerteza de poder dançar novamente amanhã.



Dividida entre choro e canção.
Entre claro e escuro, a libriana dança, rodopia em volta das letras. As GRANDES letras. Aquelas que ela venera.

/

Amiga, parabéns. Seja muito feliz, que papai do céu te guie para sempre.
Você merece tudo de bom, tanta felicidade. Tantos WILLLSS na sua vida! Tantos anos e bolos de aniversário! =D
Minha MELHOR da literatura *-*

Adoro você muito. E és especial para mim

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Somos herança da memória.


" Sai desse compromisso, não vai no de serviço
se o social tem dono.
Somos herança da memória,
temos a cor da noite - filho de todo açoite- fato real de nossa história. "


Grandes palavras de Jorge Aragão. Não to aqui pra falar de preconceito, de negros e muito menos de juntar os dois ( o que não é difícil. ) , Escrevi um poeminha sem rimas há alguns anos. Achei-o em minha gaveta de calcinhas, achei que deveria vim pra cá. Desculpem pela falta de vontade de escrever algo. *--* Ps: Jo. Foster na foto. Acho que por hoje, me senti um pouco como a agente do FBI Clarice, ( Silêncio dos Inocentes. ) Um pouco doida, afim de sair matando os bandidos e me sentir atraida por um canibal! *o* Vamos ao textinho. ¬¬"
A vida dura de Mutumbo.
Era uma vez um menino chamado Motumbo
ele era negro e tinha um nariz gordo
zoavam ele na escola e na rua
até no cemitério, quando ele ia visitar seu tio morto.
Ele era legal e inteligente
tinha poucos amigos
as pessoas não gostam de diferença
criticam até estrelas cadentes.
Mas um dia Motumbo ficará grande
e matará todos os seus inimigos
com vontade gigante
a quem matou sua infância.
( Thaissinha - 2000 )
Gente é sério, foi feito em 2000. u_u# Acho que eu sofria de bullyng, não é possível.
HAHA, um beijo pros meus leitores. :*



domingo, 12 de setembro de 2010

Bem mais que a mim.

Um corpo colou no outro. Quente, pude sentir seu sexo roçando em minha virilha, rijo, duro.

( Que porra que eu to fazendo, meu Deus! u_u )

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

A menina dos meios 'nobres' :D

Mais do que podia, meus olhos brilharam.
Acalmei meu coração, como quem nasceu quadrado.
As pernas entrelaçando, uma manhã, tarde ou noite pequena
uma mulher, com seus dedos, tocando, sem cessar onde acalenta.
Talvez, uma cama móvel, espelho no teto e caras ruguentas.
uma mão aqui, onde goze, o espinho que enrijece e a vagina esquenta.
Uma mulher, com seios fartos, corpo grande, talvez .. morena.
Nasceu o desejo sobre a tal mulher,
seu nome, não sei, não importa qual é.
imagino algo como o começo da aurora,
que brilha em minha alma , e nada qualquer.
olhos escuros, ombros macios.
ventre experiente, e lábios sombrios.
sim, os mais malvados momentos da entrega
a moça se vira e diz : " abra as pernas "
minhas penas, amoleceram..
me viraram do avesso, fui jogada para o lado
não sentia mais medo.
O prazer foi jorrado, gemidos escutados.
o sexo, consolidado.
A moça, amada.. eternamente, aqui dentro.
meu coração agora, por ela sofre.
ela é a para sempre 'nesse momento'
a menina dos meios nobres.
<3

terça-feira, 7 de setembro de 2010

È a parte que te cabe deste latifundio.

A campainha tocou sem cessar por alguns segundos, a tirou da cama , ainda sonolenta. A morena escorou-se na parede e em alguns móveis velhos até chegar a porta. Colocou o ouvido na madeira :
- Quem é ?
- Abra a porta, está frio aqui fora.
Decidiu olhar no buraquinho que os cupins fizeram no cantinho da porta, um arrepio percorreu-lhe a espinha quente.
- Quem é ?
- Abra! Abra! Deixe-me entrar. ai dentro deve estar tão quente, tão cheio.. aqui fora tem um vazio incrível, preciso fazer parte da sua casa. Abra, por favor.. imploro um choro razo! Imploro para que me chame para dentro.

( Contos Cruéis - Villiers De L'isle Adam )

Hoje, sinto um amor calmo.
Mas a raiva e o medo de perder as pessoas ainda tentam entrar em meu coração, é bem parecido com a cena da porta, citada acima.
As trevas imploram para entrar, para fazer parte. Para ter alimento.
Por mais que mamãe diga que devo deixá-la pra lá, ainda machuca esse pedido, sinto-me tentada a não lutar mais. A permitir essa intromição, afinal.. é tão mais fácil, é tão melhor deixar.. e .. simplesmente deixar! Abandonar o corpo, deixar-ser-tomada! Parece piegas ou talvez me faça de vítima, mas estou lutando contra a escuridão, só a uso para inspiração!
To procurando alguém que me diga o contrario, que me fale: Sim, Tha! Eu a entendo, sei que é difícil, sei que dói , mas sei que pode passar por isso. Eu SEI que é muito, para que alguém lhe diga o que quer ouvir. Mas ainda estou a procura.
Procuro alguém que bata a minha porta, que me tome por completo, e jorre de prazer comigo AO CERTO, e sobre tal encanto, ame minha alma e meu espírito, e aceite em troco , minha devoção (palavras do Kizzy ), mas traduzem tanto meu sentimento. Quero alguém, que seja uma mulher, um cachorro , uma maritaca (Beijo pra Carol S2 ) , que seja uma garotinha que sofreu na infância, ou uma prostituta que pediu seu sofrimento. Que seja uma menina má, uma menina boa. Que seja um fuckfriend, ou MADRE TEREZA DE CALCUTÁ!
Mas que me deixe seguir junto com ela.


Preciso sim de carinho, de atenção e de alguém forte, que me ajude a tampar essa porta.. com a força dos braços! Que me segure no colo. Que tape meus olhos, somente por um tempo.
Somente.. por um tempo.. .

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Literatura ou ' a tal ' literária (?

Céus!
Estou apaixonada novamente.
E dessa vez ainda é muito cedo pra saber se é mesmo paixão ou tesão ou só.. admiração exacerbada!
Acontece que esse ano, no terceirão, esperava eu ser rígida com minhas "paixões", não ia aceitar qualquer um me fazer perder a cabeça , até demorei, na verdade para perceber o que sentir por ELA!
È.. uma mocinha muito má comigo, cheia de 'caras feias' , toda 'rude' e inexpressiva.
Cheia de achar que 'sabe'.
Sim, a minha professora de literatura :/ ( Meu Deus, eu não posso! Não posso! ç___ç )
Mas ela faz o favor de ser quase perfeita, gostar de tudo que amo, e completar os poemas que começo recitar para minhas amigas, as vezes ela se espanta com meu gosto, mas é normal.. muita gente se espanta. :S Acontece que estou perdida novamente, aqueles cabelos acastanhados.. aquele sorriso AVASSALADOR me persegue, aquela voz suave.. *-* aquela sabedoria.E ela fala de Fernando, De Vinicius, de Lobo Antunes, de Rubião.. e aparenta não ir muito com a minha cara.
Mas até ai, não me importo.. acontece que é apaixonada por literatura assim como eu e não é muito chegada à gramática, é mestre em literatura! Na NOSSA LITERATURA, MEUDEUS! *---------*
Ela é o que eu quero perto de mim, quase na minha cama.
Pena.. que tem filhos e é casada :/


Mãs, to pirando por dentro, a cada aula dela, a cada verso que ela solta.. a cada vogal fechada, aberta, temática ou NÃO, meu coração dispára. E agora, o que minha paixão apregoa ? È a literatura ou a própria literaária ?
Indago-me.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Ele é meu. Somente meu.

Não quero começar a escrever desde quando nos conhecemos, porque ele sabe como foi e eu também, apesar de ser isso o que importa preciso expurgar o sentimento do amor, por hora.Tudo
bem. È engraçado, ele sempre lê o que peço,sempre comenta o que clamo, sempre escuta as ladaínhas de minha vida, sempre me defendeu e sempre ri de minhas piadas! ( Mesmo quando são porcas! E olha que sou expert nisso! u_u ) Além de tudo isso , sempre me apoiou e sempre me atendeu de prontidão quando precisei, acho que está mais do que na hora, de escrever um pouco sobre o que sinto por ele.



Sim! È amor, é o mais puro amor de amizade, a paixão secreta de amantes de alma! Um amor inocente, hoje, cheio de carinho e atenção que roga a mais pura serenidade.



Ok..

Meu bebêzinho, meu amor que me faz rir quando quero/não quero. Quando posso/não posso. O amor que fala mal de minha literatura mas que entende o que sinto pela mesma. Eu estava estudando inglês, quando li uma frase que falava da amizade, parei.. poderia pensar em gente na qual sinto falta, gente que está com parte do meu coração e não irá devolver tão cedo (Graças a Deus!) , gente que me quer bem. Mas, meu inconciente passou por ele e como um filme , ou novela das 8, me deixou impregnada com a inspiração. Meu amigo, como lhe quero por perto para sempre. Quero que desçamos mais vezes e que nessas vezes, seu sorriso brilhe por muito tempo. Que nossas conversas sobre SEXO continuem, que nossas merdas sejam compartilhadas entre nós, que os selinhos que damos, que os abraços que apertamos e que as provocações que necessitamos em fazer CONTINUEM! Adoro ver como você é vagal perto de mim. (Huhuhu *________* )
Digo aqui, que vejo em seus olhos algo que me lembro a infância. Talvez seja seu coração de menino, e seus olhos cheios de mistério. Como um garotinho mágico, que quer sempre saber de como nasceu com dotes artísticos, criativos e apaixonantes. Vejo em ti um amigo, alguém especial talvez, que roubou um pedaço do meu coração e não quer devolver, ainda que eu peça. Um rapazinho sem pudores, cheio de vontades com o futuro, " Tha, você será a primeira a entrar no meu Iate " Realmente, seu MERDA, eu não duvido que logo mais estaremos em Cancun, eu com medo do mar e você, com seu sorriso faceiro me dizendo para levantar as mãos. Sorrir e ver o sol, o belo mar e curtir o primeiro passeio com o mais rico publicitário.
Terei tant orgulho de dizer que você é um dos meus melhores amigos e sempre foi, desde a época do 'frio da gota' e afins! Sei que você lembra.. sei que vai lembrar! Vai lembrar porque tem um coração de ouro, é de um caráter magnifico e espero.. e tenho que esperar por nossas viagens, ainda te arrasto pra Àfrica, rapaz! hihihi ;) Quem sabe não moramos um tempo no Canadá ou no México, quem sabe não viramos Mickey da Disney ? Quem sabe, aquele castelo que você prometeu me levar não marcará o inicio de uma vida cheia de LUGARES LINDOS ? Acontece que posso dizer que não acredito, mas coloco fé em tudo o que diz, em tudo o que promete, pois sei que é capaz. Foi capaz de me fazer confiar em alguém sem pensar que essa pessoa fosse morrer, foi capaz de me convencer sobre drogas, sobre PUBLICIDADE ♥ , sobre algumas pessoas! Foi capaz de me fazer alguém melhor, junto com o Fê formávamos um grande Trio, que andava escada a fora procurando a ÁGUA MALDITA DO BLOCO QUATRO! Hahaha! Quantas risadas, hein meu amigo ? :D
Rezo para ti e para nosso futuro juntos.
Deixo para escrever o resto amanhã, depois, ou para dizer na sua cara mesmo, tudo o que quero lhe agradecer. Talvez, a literária velha aqui não tenha amigos, TENHA MELHORES AMIGOS, e amigos especiais. Tenha um Mojinho em sua vida, que já faz.. um belo sorriso sair-lhe aos lábios.

" Quero que minha vida te segure. Não sou egoísta, nem malvada. sou apaixonada. Uma paixão cega, que não vê todos os defeitos e exagera nas qualidades, uma paixão pura. Sem corpo, somente de alma. Talvez, uma só. As que se parecem, sabe? Irmãozinhos de vida e se DEUS quiser de morte também! Quero que aceite minha amizade, assim como desejo que a sua dure para sempre. Quero que seu sorriso me detenha de todos os males do mundo, quero sua foto 3x4 de volta para minha caixinha de presentes, na qual atrás residia as mais belas palavras: " PARA UMA DE MINHAS METADES".
E que assim, se papai do céu quiser, vivemos.. mais e mais.. alcançando os sonhos que hoje prometems UM AO OUTRO, fico muito feliz que tenha me prometido todas aquelas coisas, e fico ainda mais feliz de saber que você só pediu, uma vez, meu sorriso.
Sou metade roubada por meus amigos, tenha certeza que você tem uma das maiores metades. "

A inspiração apareceu e não posso jogá-la fora!
Um beijo a meus amigos, a todos que lerão isso. :D Especialmente ao que está sendo homenageado com tanto carinho S2 ~

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Saber o que quer é uma dádiva.

Depois de um tempo pensando sobre suas escolhas, você aprende
que saber ESCOLHER é uma dádiva.


De fato, é uma beleza poder dizer se gosta de azul ou rosa, ou se ambos te agradam.
Deve ser bom saber se gosta EXATAMENTE de peludos ou pelados, de piriquitas ou pipis.
E no momento, estou em dúvidas crueis. Eu nunca soube que teria esse tipo de dúvida ou
preconceito comigo,nunca me castiguei por meus defeitos (superficiais ou não ;P ) - o fato de ser gorda, e não me permitir ficar gostosa, ou o fato de ser cruel e mal educada com quem não gosto.
Mas acontece que estão acontecendo coisas que faz com que minha mente piore seu estado natural, essas dúvidas : se devo ou não continuar assim, ou se posso ou não ESCOLHER OS DOIS LADOS DA MOEDA e não me arrepender pelo resultado obtido.
Acontece que está na hora da morena sair do armário.
De começar a se sentir mais bonita, malhar.. ficar bonita.
E assumir que também gosta de lábios vermelhos!

Eu estava conversando com minha NOIVA, a quem devo respeito e amor, e disse que sofro com minha dúvida. Poxa, é um momento na vida que tenho o poder de COMER os dois lados da 'moeda' (hihi :P) mas é a parte mais cruel também. Pessoas más,vingativas virão atrás de mim com esse preceito e dirão que 'nao consigo arrumar um homem, então parti pra ooutro lado'. Amigas que dizem ser 'VERDADEIRAS AMIGAS' podem desaparecer pelo fato de acharem que tenho outras intensões.
Desde já, quero exclarecer. Tenho algumas mulheres em mente, sim. Mas não é qualquer uma que me atrai, são as mais 'masculinas' talvez. Ou as 'femininas demais', e nenhum laço afetivo pode se meter entre nós.
Exemplo : Não posso ser amiga dessa pessoa, ser coleguinha, ser querida pela mesma. Tem que me transmitir um mistério de primeiro encontro. Também não gosto de olhar para a bunda, as pernas e os seios. Gosto dos ombros, dos lábios, sentir o cheiro dos cabelos. A bochecha, o sorriso. Tem que me ganhar no toque, no detalhe. Tem que ser mulher. Falar sobre inteligência ecomo se sente atraída por ela. Não gosto de assuntos fúteis em moças, isso me faz perder o interesse.
Já nos homen, gosto dos afeminados. A quem gosto de deitar, abraçar e acariciar - sem necessariamente ter algo em segunda intensão.
Gosto de pescoço largo. Talvez um delicado toque masculino em uma alma feminina. A minha noiva me disse que GOSTO DE PESSOAS -e acho isso incrível, pelo fato de não me segurar na casca.
O que tem de errado de ver o ombro de uma moça e se encantar por ela ? È o começo da sedução, tudo começa pelos lábios.. a chama acesa começa pelo beijo. Por que olharia diretamente para a bunda?
Pode ser talvez o pensamento de uma mocinha gordinha - e tem vergonhazinha do seu bumbum, dos seus seios pequenos. Mas é a verdade que procuro aflorar.
Não tem nome para o que sou, não pretendo ser taxada como LÉSBICA ou BISSEXUAL. Digo apenas que tenho em minha personalidade /gosto essa característica.

( Uffa! )

Termino agora com um trecho de um texto de um amigo meu.


Vejo muita falsidade e inveja. Vejo gente invejada, odiada pelo simples fato de ser alguém legitimo/autêntico. Alguem que nunca quis o mal de alguém. Gente que sofre pelos amigos, e se dão conta que nao
deveriam sofrer.
Deixo sim, aqui a verdade na qual faço parte.
Mojinho, a parte que me emocionou. ç_ç
S2 ~


domingo, 15 de agosto de 2010

/ te quis mais que a mim.

Eu acordei tarde ontem, deveria ter sido mais sincera com meu despertador.
Mas não. Meu amigo a meu lado, deitado.
Céus, e que pescoço grosso. E que mãos grossas, e que ombro largo.
Que pele estranha, mais clara que o normal, mas escura do que eu queria.
Belos lábios, olhos fundos EXUBERANTES.

Muitos desenhos.
Muitos desejos.
Muito CORCOVADO!

E que vontade de acariciar-lhe a carne, que vontade de fazer-te o especial
de todos. Que desejo de ouvir seus gemidos, implorando-me que pare.
Não.. nã..não posso. C...chega então. Talvez eu diria, e ele aprende uma voz mais viril
e diz para que eu continue, porque não há ninguém conosco. E eu digo que logo ele irá embora, mas ele não quer.. segura minha mão fortemente, e aperta por cima dela.. sua coxa.. ele quer sanar aquela vontade, independente de qualquer pessoa ali.
Tntei voltar e pude ver o quanto queria. Me via de fora, como se outra pessoa estivesse ali.. vi então, meu rapaz fechar os olhos.. apertar os lábios, as bochechas mais coradas que as minhas, e minha preocupação POR ALGO que ainda não descobri.
Dentei falar algo, mas.. senti seus lábio já ns meus, quentes, meus olhos agora fechados,um ensaio sobre a cegueira maravilhoso, notei a virilidade, a força entre minhas pernas.. as abrindo, as aconchegando na cama, podíamos gemer,gritar por ali.. ninguém nos ouviria, mas eu podia. Eu conseguiria, EU QUERO ELE COMIGO, ele gemeu então..

/ D fato. Não quero começar algo que nao poss terminar.
Não quero algo porhora, quero somente gemer mais um pouco até
acabar minha inspiração.
Se isso for suficiente, meu sorriso permanecerá por momentos a mais.
Se não, meu querido, vamos só transar.

domingo, 8 de agosto de 2010

Não! Não posso te amar!







Não posso sentir por ti, aquilo que parte o coração.
Não quero me esfregar em ti, nos sonhos,
sentir seu perfume, sua mão.
Não tenho nenhuma intensão de me envolver
sentimentalmente com alguém
sem futuro, com alguém sem ideais.
Por favor, papai do céu.
Me ajude a esquecer seu pescoço,
me ajude a esquecer sua direção, sua casa, seu chão.
Me faça esquecer esse vão que ele deixou ao sair.
coloque ORGULHO dentro do meu peito,
feche meus braços.
tape meus joelhos.
COLOQUE MEU TEMPERAMENTO PARA AFASTÁ-LO.
Não me permita ouvir sua voz grossa, baixa,
não me deixe indefesa, me faça imune! SOU IMUNE agora!
Dói tanto, meu ar se perde, meus olhos se acabam e eu só penso nisso.
só penso em como nos movimentamos para causar prazer - um para o outro.
E dói.
Dói pensar na voz que eu fiz, na voz sedutora QUE EU FIZ!
Que eu procurei.
EU NÃO QUERO MAIS A SINCERIDADE,
de minhas lágrimas, que eu vire uma puta!
QUE EU VIRE UMAVACA, que não doa mais. Que me xinguem.
Não dói tanto assim, Céus!
Céus..
Céus..


-

Não lembro de quem é esse poema.
Sei que não é meu, pois achei na minha caixinha de presente,
e não tem nome.
Digo que sinto-me exatamente assim,
com tanto medo..
com tanto medo..
Por favor, querido, não me faça te amar, tá ? :B
S2

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

- enquanto isso..

O dia não estava ensolarado, claro. O frio não arrega, não descansa e esconde os mais fracos dentro de casa.
Enquanto isso acontece, tento sair da varanda, monto minha cadeira de praia ao pé da janela. Escuto coisas dentro de casa, escuto as conversas do pai e mãe, e minha irmã cantando músicas suaves dentro do quarto.
Escuto no velho rádio da fazenda, Chico Buarque. Que canta somente para mim, me dá forças a cada 'anos dourados' que recita, a cada dedilhado forma a cena em minha mente, aquela que partiu meu coração em vários pedaços, dei para ele juntá-los, mas os jogou ao chão. Sem dó.
È claro.. esperei muito de alguém parecido comigo, mas as fotografias mostravam tantas sépias bonitas.
Voltei a cena primeira, aquela que as mãos pairavam em cada detalhe do corpo, os fios se arrepiavam, da nuca até os braços.. ele sabia me deixar daquela forma, aberta, sem vergonha, com vontade de mais.. delicadamente, com as costas da mão, acariciava meu braço, beijou meu pescoço.. roçou os lábios perto da orelha.. amoleci. Caí.
Fui arrancada do devaneio com um belo susto. Morena estava no meu colo, aqueles bigodinhos eram lindos e me fizeram feliz durante um tempo.
Sorri.
As primeiras gotas bateram ao chão, e Morena voltou correndo para casa! Levantei da cadeira e cheirei o lugar, nada me deu mais prazer.
O Chico entrou novamente em meu cérebro.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

ela é como é.


Eu chorei.
Eu fui mais forte, acabei superando.
Meu corte virou cicatriz.
Não odeio essa fase,
cresci.
As vezes batemos o nosso nariz.
/ Um grande beijo aos que me ajudaram a levantar *-*

domingo, 1 de agosto de 2010

Aquela mulher dentro de mim..


Há uma moça dentro de mim, que quer sair de algum jeito.
Ela gosta de vermelho, quer a boca pintada
tem dom para a feminilidade.
Me enforca , com medo também de aflorar.
para que eu não diga algumas coisas,
amarra-se na minha cintura para que a roupa não caiba.
Tem uma morena dentro de mim, que usa batoon. Usa calcinha justa, usa top. Tem longos cabelos, mas tem medo de aparecer.
Fecha meus olhos com as mãos, e unhas pintadas. Que me fura para que me sinta frágil, desprotegida.
È uma bela mulher, pronta para acalmar qualquer dragão.
Uma pequena e grande moça, que se confunde, é claro, com minha aparência
exterior.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Pra ele. Quem sabe.

Eu sei que não deveria usar esse blog pra essas coisas, mas não tenho coragem de dizer isso na cara dessa pessoa. Então digo aqui, o que quero expressar.
De fato, é bem melhor..

Querido.
È claro que pode não parecer, pela forma como eu te trato, tão formal, ou uma amizade tão longuinha e forte. Mas sei que irá me entender, assim como entendeu que eu precisava de ajuda no telefone.
Quero dizer que você é um dos que eu tenho consideração ponderada. Acredito que nossa amizade dure bastante, pois não precisamos ficar dizendo um pro outro que NOS AMAMOS, afinal, dizemos quando é necessário dentro do coração. Entendo que seja um pouco rijo comigo, por razões claras. Sei também que ao mesmo tempo pode ser doce.
Lembro de um dia, na escola, quando eu tentava ajudar uma amiga, e as lágrimas pularam de meus olhos, ela estava mal, sentada ao lado da sala de aula do segundo ano médio, ela não conseguia levantar.. estava com medo, não podia ver ninguém olhar para ela, e ainda sim segurei sua mão tão forte, tão assiduamente que percebi minha força. Então, chegou um amigo, o Victor, e perguntou o porque nós duas chorávamos, ele e sua antiga namorada escorados do outro lado da parede só assistiam a cena.
E eu disse, talvez a parte mais difícil da nossa amizade, disse.. soltei o que tínhamos, os olhos desse MEU AMIGO na qual presto a homenagem, pairaram na cena. Ficou difícil, ele não tinha palavras por ver o sofrimento de forma tão clara. Acho que depois daquilo ficamos mais íntimos, ( e para os idiotas, íntimos com amizade. Intimos pela coragem de dizer os problemas um ao outro. )
Nem sempre esse amigo me diz as coisas que se passam por sua vida, afinal ele não se lamenta com facilidade, e o denomino : HOMEM COM H.
È claro, que as vezes sinto falta da parte dele, de saber o que acha da nossa amizade, mas não pergunto. Sei que ele expressa pelos atos, pelos sorrisos nas músicas, pelos abraços.
Querido amigo, eu te amo muito.
Espero que fiquemos ainda anos com essa 'putariazinha' de cantar, tocar e desafinar e errar os acordes.
De corrigir um ao outro, de conversar pelo telefone. De dizer: 'tá fazendo alguma coisa?' ' eu, não. e você ?' ' ah, vamos tocar? ' HAHAHA!
De fato, é uma delícia os momentos que passei contigo. Em fevereiro fez quase 3 anos que somos amigos, amigos sem delongas, sabe ? :D
È especial demais nossa amizade!
Você é especial demais pra mim.
Saiba disso, Fê! :D

E digo alto, agora.
È tudo para ti, OBRIGADA por me ver no dia do meu lançamento, obrigada por contar comigo. Por conhecer MEUS amigos, obrigada por saber do que falo quando acho algo 'obscuro' bonito. Obrigada por SER ESPECIAL, seu porra! :D
Por me ajudar, talvez.. e as vezes, por querer me bater.
BONS AMIGOS OFERCEM AJUDA,
GRANDES AMIGOS fingem que nada aconteceu [em alguns momentos!]
auhsuahsuahsuhaushuahsus *_________________________*"


A prova de que quero você comigo por toda a vida! :D
S2

terça-feira, 27 de julho de 2010

.. as que aprendi nos discos.


Quando vi essa foto, meus olhos se 'mijaram' inteiro. [ Expressão usada pela bicha do meu primo.] Ficou linda, o antigo sítio como cenário, a antiga geração da família Marques e a nova geração. Tão diferentes e ao mesmo tempo tão parecidos. Tão focados na mesma alma.
Fico emocionada.
s2
E não importa o que passamos juntos,
quero dizer que te amo, mais que tudo nesse mundo.
Obrigada por fazer parte de meu caráter.
De crescer comigo em cada passo, e me apoiar.
Faça de mim, meu Deus, metade do que ele foi
e ainda é.
Seu sorriso é meu mais precioso presente,
e a cada um que se manifeste, sei que somos eternos.
S2

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Homenagem.


Haha!

Parece esquisito mesmo, mas foi de coração.Eu estava preocupada, claro. Mas quando fiquei sabendo do que aconteceu com ele, a raiva me bateu mais apressada do que a dó, ou o entendimento e a preocupação. Meu coração não foi mau, foi egoísta. ( Pois me ví um pouquinho ali, dentro dele. ) Claro, não sei se senti a mesma coisa, mas vi a parte fraca da Thaissa ali, e isso me causou a raiva momentanea.

Não tenho muito o que dizer, além de mostrar que rezo para sua melhora rápida, sei que está bem, pois me ligou, e cantou uma boa parte da música que me apresentou. " Everything " do Michael Bublé, cantou certinho, afinadinho e fez meus olhos marejados clarearem. O que antes era preocupação, agora se tornou afeto, carinho e uma leveza que só eu sei que senti.
Espero que fique ainda melhor, e que papai do céu, afague SUA ALMA, para que não faça mais isso!
Meu amigo, quero ver seu sorriso ainda mais forte, quero sentir sua presença ainda maior em nossos passeios. Quero poder ainda contar contigo, assim como SEI que podes contar comigo.
Você, meu amigo, é uma estrela cadente, você é o carro da minha fuga!
Você é a linha na areia, hihi, quando eu vou longe demais.
Você é a piscina em um dia de Agosto!
Você é a coisa perfeita para se dizer, querido.
Você se faz de tímido, e é meio engraçadinho. [hihi:P]
Quando você SORRI para mim, sabe exatamente o que faz.. ;D
Não finja que você não sabe que é verdade, porque você vê quando olho pra você (L
você é um carrocel, um poço dos desejos. *_*
você é um mistério (L
e eu te amo muito :)
e nessa vida louca, e nesses tempos loucos,
você é cada linha, você é cada palavra.
Você é tudo! :)
S2
Um beijo para o povo de Osasco,
a saudades bateu.Forte forte. Espero por vocês (L

domingo, 25 de julho de 2010

Folia.


Era uma vez uma doce menininha, que correndo atrás de seu ursinho de pelucia cheirozinho descobriu uma toca mágica.
Entrou na mesma, fechou os olhos de medo do escuro, viu um mundo mágico, cheio de maravilhas que a deixava feliz. Sorriu, de olhos fechados. Algumas lágrimas escorreram e seus olhos ainda fechados. Quando viu que suas pernas estavam bem para aguentar o peso pena de seu corpinho abriu os olhos, saiu do escuro e pulou fora da toca. Contou para sua mãe e seus amigos a beleza de sair do escuro. Todos tentaram entender, mas a felicidade era só ela que sentia. Os outros viam como algo natural no qual todo mundo deve passar.

Me entristece.
Saber que a cada passo que dou, tenho que esperar que outros sintam a mesma coisa que eu senti, sabendo que não vão.

A menininha, portanto parou de contar para algumas pessoas sobre sua vida. Ela cresceu, virou uma adolescente problemática, julgada como ANTI-SOCIAL. Uma adulta esquisita e dona de uma sessão da empresa de VENDAS DE PRODUTOS HOSPITALARES, talvez a parte de vendas. hihi =P
Uma velha chata, querendo a morte dos mais jovens. Um anjo esquecido por todos.
Que vida miserável a de quem PRECISA da opinião dos outros para ser feliz. ¬¬

/ tha_esquisitinha_e_futura_dona_da_sessão_de_vendas_de_uma_empresa_de_produtos_hospitalares.

domingo, 18 de julho de 2010

O tocador.


Existe uma história que rodeia meus pensamentos há um bom tempo.Devo escreve-la aqui para não me pertubar mais.
Há algum tempo conheci um senhor de boa idade. Cartola alta, terno fraudinha bem alinhado e modos excelentes. Acho que por culpa dele me apaixono por homens mais velhos. Bom.. eu estava em um restaurante de uma pousada , não muito chique, mas ainda pequena tinha um leve sorriso inocente. Sorria para todo mundo - isso é algo que minha mãe sempre diz - sempre fui muito fácil. E não foi diferente com esse moço, depois de eu comer , fui ao cantinho do karaokê. Lá permanecia os bêbados e suas mulheres cantando bons sambas, as menininhas cantando Xuxa , o que nunca me apeteceu, e diferentemente dos outros dias, um homem alto de chapéu e uma moça a seu lado. Linda, um vestido de verão vermelho trançava seu belo corpo e é desta forma que me lembro dela. Talvez a mulher mais bonita que tenha visto e admirado. As madeixas curtas e negras, olhos grandes e claros , pele branca e um sorriso alvo. Talvez mais do que o meu, naquela época. Já o homem acompanhava minha inspiração e não tinha menos classe. De fato era mais antigo, um rosto sábio e bem vivido. Criança que era, fui até eles. Parei na frente de suas cadeiras e me sentei ao chão. Observava, sempre, agora eles escolhiam a música perfeita para um dueto e como eu queria que sorrissem para mim. A moça me viu lá sentada e me cumprimentou com um aceno leve de cabeça, o homem não me viu. Levantou da cadeira para cantar e ajudou sua acompanhante.
A música começou, e eu cantei junto. Elis Regina era fácil, escutava todos os dias enquanto minha mãe limpava a casa. Ao ver que eu conhecia a canção, a dama de vermelho esticou seu microfone para mim. Porra, estava fazendo um belíssimo trabalho junto com seu parceiro, mas eu não podia dizer não. Era um pedido sem palavras, me atacou feito fera. E tão vítima que fui, cantei o resto da música com meu mais novo parceiro. Percebi que algumas pessoas olharam para minha cantoria mal feita. Na hora me senti envergonhada e devolvi o microfone, sentei então na cadeira recém esvasiada ao lado da dama de vermelho. Lá, eu a conheci. Conversamos pouco, ela me tratou como uma 'tia e sobrinha' e eu a tratei como 'fã e idolo'. Cantei muito mais naquele dia junto com ela, com ele.. até que ouvi o grito de minha mãe para ir embora. Poxa! Larguei eles lá. De manhã, voltei ao restaurante para um café da manhã gostoso e depois pscina até anoitecer. Os encontrei novamente, ela - linda. Ele - classico, antigo e uma paixão bateu em mim. Não sabia que era esse o sentimento, mas algo a mais tinha. Não era possível eu saber que senti 'paixão-pela-primeira-vista' então, ia atras do casal. Uma vez, duas, três.. até arrancar dele um sorriso e uma conversa. Quase depois de três dias indo atrás do karaokê, pegando amor por cantar, pela moça e por ele.. sua voz é direcionada a mim e meus ouvidos são apenas seus.
- A mocinha vai cantar hoje?
- V..vou sim!
Céus! Cantei com ele Chico Buarque. Para uma criança boba, saber Chico é esquisito. Mas eu escutava em casa, então sabia algumas rimas, alguns versos e cantei sim. Que lindo. No dia seguinte ganhei um pirulito dele, e minha mãe passou a conversar com o casal também. Afinal, hoje, são amigos, e minha paixão ainda não passou. Hoje, conversamos muito sobre literatura, talvez seja também por conta dele que li tanto. Um advogado maravilhoso, um homem maavilhoso, uma esposa linda. Filhos apaixonantes e conhecedores de Chico Buarque. Talvez essa amizade tenha começado por minha culpa, talvez estivesse escrito para isso acontecer. Talvez suas palavras hoje, comigo, são bem mais ternas do que naquelas manhãs. Mas eu queria voltar um pouco no tempo, agarrar suas pernas altas e recitar o que eu sabia de Caetano, Djavan, Bethânia. E ele sorriria para mim. Enfim.. só tirei um sorriso desse cavalheiro quando me formei na quarta série. Temos uma foto juntos. HAHA, depois fotos no lançamento do meu conto. Depois , quando ele descobriu que minha depressão estava sendo curada e as amizades que me atrapalhavam estavam fora de alcance de reatamentos. Ele sorri para mim , mas nunca comigo. Sua esposa, a minha dama de vermelho é uma grande amiga. Uma grande admiração, e hoje, com seus 50 anos, é uma das morenas mais LINDAS que tenho a honra de sair.
Eles me encantaram demais. São a marca dentro do meu coração. Não fizeram nada para que eu me apaixonasse por eles, mas meu coração .. meu inútil coração é grande parte deles.

Agradeço a leitura de quem chegou até aqui, um grande beijo para Fernandes e Erica , grandes amigos da família, padrinhos do meu irmão e meus idolos.
<3

- S2
Agora que terminei de contar uma das histórias (por cima!) da minha vida, deixo aqui
um pedaço de música.

You're a falling star,
you're the get away car
You're the line in the sand when
I go too far
You're the swimming pool on an August day
And you're the perfect thing to say
And you play it coy, but it's kind cute

Ah, when you smile at me you know exactly what you do
Baby,don't pretend that you don't know it's true
Cause you can see it when I look at you
And in this crazy life, and through these crazy times

It's you, it's you, you make me sing
You're every line,
you're every word,
you're everything."

/ Michael Buble.

Agora me vou.
Sinto necessidade de pensar, de chorar, de ver minha família
mais um pouco esse final de semana.
:D


sábado, 17 de julho de 2010

.-.


As pessoas são ruins e não querem seu bem.
Elas procuram te abaixar para se sentirem melhor.
Elas se sentem bem ao ver que você está mal e que pode curar sua dor.
Elas adoram provocar situações de constrangimento.

E ao mesmo tempo o único motivo pelo qual escolho meu futuro.
Apesar dos defeitos, são elas que quero ver bem.
São elas que quero salvar.
È a ela que dedico minha carreira. Minha vida.
Céus, estou confusa. Escrevendo coisas sem sentido pelo qual posso me arrepender.
Mas se caso isso aconteça, um delete resolve.

Não sei mais o que estou escrevendo! ç_ç
MERDA! :/

quinta-feira, 15 de julho de 2010

O lado soturno do palhaço.


Peguei esse título para homenagear meu querido amigo da foto. Espero que o mesmo não se importe! xD
Hoje, não estou muito 'afim' de escrever, só to postando para não haver qualquer tipo de cancelamento da conta desse querido amigo - blog .
Portanto, uso essa foto na qual me vejo BANGUELA , e o meu palhaço querido! xD
Ah, um beijo pra ele e pro blog : diaboloiro x)

[ Quer conferir ? Entre ali do ladinho, procure diabo loiro. Não irá se arrepender. ]

Kisses :*



terça-feira, 6 de julho de 2010

" Nada é por acaso "


Sim. As coisas mudam.Aprendi isso hoje, e por alguns instantes achei que esse seria o ponto máximo de meu aprendizado. Ninguém está muito 'aí ' pra você, e para o que você, sentimentalmente escreve. O mundo gira. Não importa em quantos pedaços seu coração se corte, pois o mundo nunca pára para que você o concerte. Por isso as coisas têm que ser ao máximo superficiais. As vezes encontramos gente que faz com que nosso coração seja super vermelho. Pessoas que adoram entrar com tudo nele, e fazer você admirá-la com máximo de sua capacidade.

( Thaissa - 12/05/2006)


Achei tão bonitinho, no meio dos meus papéis encontrei esse pedaço de texto. Estava em um papelzinho de "bar". Acho que no dia eu tive que guardar , porque foi especial. E hoje, lendo ele, sei o porque foi guardado.


S2


segunda-feira, 5 de julho de 2010

Ela e somente ela. *-*



"Falar pouco é uma virtude que eu preservo, chorar não resolve, mas eu continuo chorando. Aprendi a me colocar em primeiro lugar e não é egocentrismo, é amor próprio e isso com certeza só me fortalece. Quem erra uma vez, não erra duas, mas quem erra dez, com certeza erra onze. Esse papo de que é melhor acordar arrependido do que dormir com vontade é mentira, é melhor dormir com a consciência limpa. Perdoar é uma atitude que poucos conseguem praticar, esquecer é quase impossível. Nem todo mundo é o que demonstra ser, e de perto ninguém é normal. Quem gosta de mim, provavelmente vai cuidar, amar, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do meu presente. Não é preciso perder para aprender a dar valor, porém já dei valor depois que perdi, e os meus amigos eu conto nos dedos. Aos poucos eu percebi o que realmente vale a pena, o que eu devo guardar pro resto da minha vida e o que nunca deveria ter entrado nela. Pra qualquer escolha tem uma conseqüência, sendo boa ou não. Não consigo esconder a verdade, nem enterrar meu passado. Mas já mudei inúmeras vezes, porque foi preciso, nem tudo foi como eu planejei, mas a vida continuou! E eu descobri que o tempo sempre vai ser o melhor remédio."
/ Gabriela Bertola

- ♥

De fato, faz bem tomar cuidado com o que escrevemos. As pessoas "pegam" e "plageiam" sem dó, querendo só o 'parabêns' de seus amigos. u_u Mas como ela sabe, estou aqui com a melhor das intensões. Eu li esse texto hoje e tenho demais o que falar dele, acho que traduziu exatamente o que senti ao acordar.
Então, merece um lugar no Fiere.
Bom, começo então minha 'análise'.
Vou fazer isso em algumas partes, então, pegarei somente algumas frases.
As de hoje :

→ "Falar pouco é uma virtude que eu preservo, chorar não resolve, mas eu continuo chorando."
→ " [...]o que está no passado tem motivos para não fazer parte do meu presente. "
→ "Não consigo esconder a verdade, nem enterrar meu passado. Mas já mudei inúmeras vezes, porque foi preciso, nem tudo foi como eu planejei, mas a vida continuou! "

Comecemos pela primeira.

Verdade! Falar pouco é uma virtude, e o mais interessante é que quando se fala pouco, se fala exato e dessa forma, sem enrolações e sem mentiras. Quem fala pouco, fala o necessários e nada de bobagens. Fala o que é preciso para uma boa convivência com as outras pessoas, e só agora descobri que não precisamos ser amados. Precisamos CONVIVER e dessa forma, falar pouco e objetivo. Mas claro que não sou assim, sou literárias uma boboca que quer o amor alheio e para isso faz qualquer coisa. Portanto, SOU GRATA e ADMIRO terminantemente as pessoas que falam pouco.

È! È uma frase linda que cabe muito a minha vida mas que não sigo com tanto fervor. Queria pensar nisso na hora da crise. Quando lembro de pessoas que fizeram parte da minha vida e que me faziam mal e hoje não estão aqui pra eu 'ter motivo pra sofrer' , sinto um pedaço vazio em meu coração. Acho que faço parte de um mundo melancólico no qual não gosto de fazer, ou gosto? O____o"
Me importo muito com os outros para deixá-los mergulhar no meu mar do esquecimento, mas por hora VAMOS SEGUIR OS CONSELHOS DA BERTOLA!

QUASE NADA FOI COMO EU PLANEJEI. Não quis tanta coisa e meu inconsciente admitiu como verdade. Não quis fazer parte de putarias, não quis pensar mais nos outros do que em mim, não quis, NÃO QUERIA mas fiz e em algumas vezes, até pedi para fazer parte desse momento.,Mudar? QUEM NÃO MUDA MORRE - como diz minha mãe - e sou grata a esse ensinamento. Mudo mesmo, com cada pessoa tenho uma forma, isso não me torna FALSA, me torna com várias faces e nenhuma traidora da outra. Meus conceitos não mudam, mas minha forma de agir sim. Tenho amigos de diferentes lugares e diferentes 'ideologias' em alguns eu posso dizer o porque estou triste, em outros NÃO POSSO. Alguns amigos tenho de ser mais 'dura' e outros que sabem seus próprios limites, esses defeitinhos não os tornam pessoas ruins e sim DIFERENTES e eu estou no meio. E não me sinto culpada por isso, PORTANTO quem deixou de falar comigo por essa facilidade de mudar de ambiente que vá tomar no cú.


Uff!
Por hora é somente isso, esse post ficará nos "textos cronicais"
S2

Um beijo especial para Bertola que permitiu seu lindo texto no Fiere. *-*

domingo, 4 de julho de 2010

Acende, puxa, prende, passa.

A leve brisa matinal e mentolada abriu os olhos da morena. Esqueceu de fechar a janela na noite passada, portando o cheiro de 'cinzas de cigarro' estava dissipado somente em alguns pontos do quarto. Levantou da cama e tropeçou no rapaz ao chão. " PORRA" A grande merda nem foi o tropeço, foi saber que não conhecia o cidadão presente.
Cutucou o ombro do grande e sorriu leve.
- Querido. Olá.. Já amanheceu - sussurrou levemente.
De certo o rapaz havia passado a noite com ela, estava sem roupas de baixo e muito "a vontade" para qualquer outra situação, então abriu vagarosamente os olhos e a abraçou, puxando-a por cima dele.
- N..n.ãaao! - retrucou ela.
- O que foi, delícia? Quer mais uma igual a de ontem, é ?
- Rs.. hum.. n..não dá. Tô atrasada. Tenho que entrar cedo hoje.
- Ah. Ta.

A conversa ficou por ali. Ele se trocou e foi embora, deixando-a sozinha com seus pensamentos e filosofias.
Nora. Esquisito nome, mas real. Tomou banho e avistou de longe seu uniforme.
Pendurado na porta do quarto, o branquinho fazia seu papel. De certo, era grande. Batia quase nos joelhos, mangas cumpridas e um nome escrito no cantinho superior direito.
Colocou algo preto por baixo do jaleco.

Chegou no hospital.
" Lacerações, pulmões, estômagos perfurados e prego nos olhos.
Claro. Seu trabalho.


/ quero logo fazer parte desse tipo de dia.
Enquanto isso, me conformo com a vida da Rita. S2

segunda-feira, 28 de junho de 2010

:D

Marieta. Nome esquisito, mas real. Mistura feita de dona de casa latina com alemão atuário. Sabe cozinhar muito bem, é gorda, cabelos escuros e olhos bem desenhados. Voz melodiosa, bochechas redondas, lábios turvos na face de bronze.Um sorriso ARREBATADOR! Sobrancelha bem desenhada e suicida.
Marieta, parte 1.
28.06.2010 - São Paulo
Caro diário. Odeio escrever.
Não gosto de você, muito menos de suas linhas brancas sem nada, portanto vou preenche-las para afetar menos minha irritação.
Nomes não são necessários nesse momento, digo que os nomes só são precisos quando não sabemos do que somos feitos ou O QUE SOMOS e precisamos chamar alguma coisa, então criamos : Luiza, Maria, Mariana, Thaissa, Patriciê, Diogo e assim por diante.
Hoje, dia de jogo do Brasil. YUBIYUBI ¬¬ Que merda! Estranhamente pessoas param de trabalhar, homens deixam de fazer suas construções para assistir um jogo de futebol, que apesar de gerar uma boa renda ao país escolhido e aos participantes é inútil.
Bom, como minha PSICÓLOGA mandou eu depositar por cá meus dias, sigo dizendo que acordei, comi, tomei banho , assisti seriados médicos, voltei a dormir, acordei e cá estou. :/
Agora, vou para a "cama da mamãe" descansar um pouco.
Sentir que seu tempo está sendo desperdiçado CANSA pra chuchu. :/
Falows.

sábado, 26 de junho de 2010


Meme - Thatá
Parte 1.


Essa tecnica de desenhar personagens com várias carinhas diferentes chama-se MEME. È uma tecnica para a criação do char, que é muito utilizada em RPG de mesa e criações com projetos definidos.

Hoje acordei bem.
Acho que isso é algo bom, mas faz minha perspectiva de dia aumentar ( O que é ruim! ) Acabei de ver o blog do Douglão, EU RECOMENDO. \o/

Blog do Douglão

:D

Então, de resto espero que meu dia seja muito bom. Estou toda artistica hoje , acho que é efeito da medicação.

Ah! Amanhã verei Isaac, Isabella e Diogo (por enquanto! :P ) Tô doida! \o/

Ah, daqui a pouco posto uma histórinha do Frad! \o/

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Tristeza.


Ò tristeza, porque me cerca ?

Porque faz de mim, seu portal ? Estou tão cansada de implorar um sorriso,

estou tão exausta de querer melhorar e não conseguir.

Quero tanto, tanto um brilho no olhar!

Porque ela ainda me quer perto dela ? Está tudo tão controlado.

Tudo tão perfeito e ela ainda me cerca. Ela pede pra entrar em meu coração e não quer sair!

Por favor, Deus.. me ajude. Tire ela daqui, está consumindo.

Arranque!


Por favor.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Terra Maravilhosa :D ~



Peça original de " Alice - no país das Maravilhas "



Quero, antes de escrever qualquer coisa : Depositar meu sincero "OBRIGADA" à meu amigo de longa data.

Obrigada, chuchu, pelo template! \o/ Ficou uma delicinha. Nhac! ;D






Sim! :D

Quero escrever sobre o CHAPELEIRO. ;)


Exatamente, ó leitores. Contesto aqui com LEWIS C. Porra, porque o nome do livro é ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS ? Não! Não!

O nome, que eu, SIMPLES MORTAL colocaria é " chapeleiro louco e a visitante esquisitamente normal " Acho que combina, já que até no livro/filme o chapeleiro é o personagem que ensina coisas óbvias e úteis para Alice, como a histórinha do melado.


"- Mas eu ainda não entendi uma coisa.. de onde é que elas tiravam o melado?

- Pode-se tirar água de um poço de àgua, não pode? - interrogou o chapeleiro - então, conclui-se que é possível tirar melado de um poço de melado. sua ignorante. "


Exatamente! Que incrível , né ?

Ele é um dos melhores personagens da trama, por ser dito louco. E óbviamente sua loucura é vista, analisada por muitos leitores e ETERNAMENTE querida!

Não tem ninguém que poderia ter feito esse papel melhor do que Johnny Depp. Tim Burton escolheu, DEVERAS, um dos melhores atores para representar o melhor personagem da trama.

Meu amor por esse chapeleiro vai além de minha loucura! ( uiui! ;P então é tenso. ) Admiro Lewis por ter escrito e depositado sua parte 'louca' nesse char. Ele é totalmente aceitável, engraçado e compreensível. Acredito que ALICE é uma coadjuvante perto dos chares que aparecem. A rainha de copas ( que seu nome foi substituido POR RAINHA VERMELHA ) , céus.. que personalidade. Que coragem, ousadia enfrentar a princesinha do conto de fadas! Ela é linda, e interpretada POR NÃO MENOS QUE HELENA BONHAM CARTER *o* *o* *o* ; aquela dama divina que fez a Belatriz ou a mãe do CHARLIE , na fantástica fábrica de chocolate. Ou Mrs. LOVETT! *o* Ou até Marla Singer no filme ' Clube da luta ' . Caramba! E além de tudo, essa diva é só a esposa do TIM BURTON. hihi =P ( Só isso! coitadinha ¬¬ )

Vamos agora comentar sobre Mia Wasi(mother'fucker). Sim, a nossa querida Alice. ¬¬


<> #PUUTAAAAAA QUE PAAARIIIUUUUUUUUUUUUU . de onde saiu essa menina sonsinha, boboca, que quer passar por ALICE? Quem ela pensa que é pra ficar perto do Johnny Depp e da Helena e achar que é a principal. VAI TOMAR NO , to PUTA AGORA! #


Hanhãn. Voltando..

Acho que deveriam ter escolhido outra atriz, mas jáelvis. E agora.. nos sobra as vozes! Magnãnimas \o.. Tipo ALAN RICKMAN fazendo a lagartinha fumadora de Narguile, ou mais comum em minha vida (mojo). E agora, não sobra mais nada. Não quero nem comentar sobre o SENTIDO, SIGNIFICADO e blablablá do filme. Pouco me importa, sou da LITERATURA e amante da mesma. Tenho MUITO pra falar sobre esse livro, e pouco a discuti-lo como filme. :D
Vamos fazer assim..
VOCÊS, Ó DESCUTIDORES (inventei --" ) dessa obra, vão ler o livro. Depois venham até mim, eai conversaremos um pouco sobre a leitura. O caminho que Lewis nos mandou junto com ele.
Hunf --"
/odeiofalsosleitores.
Beijos :*




quarta-feira, 23 de junho de 2010

Viagem.

Esses dias escrevi uma coisa que penso sobre minha escrita com relação a minha vida.
Espero que gostem. ;D

" Não consigo mais escrever sobre mim. Parece que qualquer palavra que o cursor digita ou o lápis risca à folha branca me prende a realidade de minha vida.
Não! Não quero ficar presa a isso. Somente, talvez, a carne de meu corpo, o resto.. o resto... que viaje pelo mundo procurando virtudes. Que cresça com as experiências que meu corpo não possa viver. Somos capazes disso. Sou capaz disso!
Que merda.
Nem minhas linhas são capazes de expressar o que sinto, agora tenho que passar o sentimento de meu coração atravez de linhas ditas por outra pessoa.Que seja por Fradique, que seja por Joanna, que seja por Samirah. Não usarei meu nome. Desisto de tentar. Me prender a uma folha. Não quero!! Não posso!! Escute mais uma vez, que não posso!
Quem sabe um dia eu volte a realidade , por hora.. quero viajar. "

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Brincos.

- Vamos levantar, bicho preguiçoso.
- Na boa. Se me bater novamente, eu te mordo. E não é brincadeira.
- Haha! Vai, vampiro idiota. Temos um dia todo para procurar jalecos, brincos brancos, sapatos de salto agulha BRANCOS e ainda presilhas, chiquinhas e afins! - Olinhos brihando.
- Seu pai vai te matar.
- Vai nada! HIHIHI. Vamos, vamos, vamos!

- ♥

Por hora estou me adaptando a vida de férias. E nada muito importante tenho a escrever a não ser a ideia ilusória de que serei tão feliz assim ao comprar coisas brancas quando passar na faculdade de medicina. Talvez estarei tão louca para começar a ver as pessoas machucadas e conseguir tratá-las que não terei cabeça pra comprar brincos.
Vou fingir ser consumista um pouco, para me adaptar a uma sociedade inútil.
Valeu :D

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Festa da Clara.


" Quando seus amigos lhe disserem que você é importante e você não acreditar, reveja seus conceitos. È muito bom quando descobre que está no coração deles e desta forma pretende ficar. "
Olhos pintados, vestido maluco, ALICE!
Amiga, como te amo.
Não esquecerei da noite envolta da piscina, você chorou para seus amigos e familiares a verdade que sentia. O amor que plantava em sua alma, NAQUELE MOMENTO!
Você estava muito bonita, quase uma princesa da noite. E como princesas, todos a reverenciam.
Quero que você me chame para o casamento de sua filha, hein.
" Amor, eu sinto a sua falta, e a falta é a morte da esperança. "

quinta-feira, 27 de maio de 2010

me diz que agora é assim.

O sol tocava-me as bochechas recém acordadas. Sorri.
Abri os olhos, e ele estava lá. Me mostrando o que eu deveria fazer logo ao
levantar , depositei meus pés no chão, alonguei a coluna e fui tomar banho.
Quando eu voltei ao quarto, ele ainda me fitava. Calmo, sereno, brando.
Vesti as roupas intimas e a blusa preta - como sempre - por cima, o coloquei.

- Céus! - sussurrei - como é bom estar com você! - Exclamei cheia de amores, ao jaleco branco. Que agora, pendurado a meu corpo me mostrava qual direção seguir.

domingo, 16 de maio de 2010

Uma passadinha de mão.

Ao tango - parte I



A porta foi aberta.
Madalena saiu correndo de cabelo arrumado, calcinha e sutiã. A flor que prendia seu coque impecável estava bem aberta, o vestido verde de camuça estocava-se no cabide. Estava atrasada, mas ainda sim tinha de se ver bela. Tinha de se sentir bela. Ela a musa do tango Argentino e estava prestes a se apresentar.
Olhou-se no espelho brilhante, o friozinho da apresentação ainda era presente. Depois de dez anos de trabalho, era gostoso sentir que não perdeu a inocência e humildade junto ao medo de errar fronte aos mais ricos apreciadores.
O cabelo ? Negro! Os olhos ? Amendoados e tão escuros que a íris se encontrava com a pupila sem distinções. A pele morena, o corpo ? Fenomenal. Linda, coxas grossas, seios fartos, cintura pequena e gostosa se segurar, panturrilhas desenhadas, pescoço alvo , queixo proeminente, nariz tão alto quanto ao de uma princesa solitária. As bochechas? Hunf!.. rosadas. O apelido ? Rosa.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Um saltinho a mais.



Abri os olhos, rejeitei de começo o ar quente que vinha da cozinha. De certo eram panquecas. ( Odeio panquecas! ) Supondo que meu dia seria melhor se pisasse primeiramente com o pé direito ao chão, FIZ O MESMO! Apoiei-me em minhas pernas e alonguei qualquer coisa desalongada em meu corpo. Meu jaleco pendurado na maçaneta do guarda-roupa novo, sapatos branquinhos perto da porta e o chuveiro logo se ligaria.

Eu estava pronta pra mais um dia de escola, de certo eu usaria depressa essas vestimentas que tanto atormentavam minha mente e meu coração com pura ansiedade. Mas antes, havia um preço.. um esforço.. uma máscara a tirar de minha coluna. Preciso provar que sou competente antes mesmo de estudar o que quero fazer. Confuso? Só para quem não tem mais 18 anos. Verdadeiro ? Só para quem tem que estudar pro vestibular. :/




" Sinto que sei que sou um tanto bem maior. "

domingo, 25 de abril de 2010

Cowboy.

A janela estava aberta. O vento beijou as madeixas escuras da garota. Texas!
Uma casinha isolada no meio da estrada, pedregulhos ao lado e a visão amarelada de areia. Desertificação. Calor de dia, música sertaneja. A noite uma menina à janela esperando seu cowboy. Esperando o cavalo negro que a levará para longe. Pousou os bracinhos na janela apoiando a cabeça nas mãos pequenas. O tédio isolou em seu coração, já tinha feito os deveres de casa e da escola. Já tomou o banho e penteou os cabelos que a rajada de vento bagunçava de minuto a minuto.
De longe a lua apareceu.
- Cowboy! - Exclamou.
Ninguém respondeu mas em seu coraçãozinho mole sabia, que seu principe olhava através das estrelas e que a lua era um lindo portal que o levaria direto para seus braços.
- È!.. Hoje ainda não é o dia. - deu de ombros.
Recostou a janela, deitou na cama ao lado.
Dormiu.
Seu cowboy haveria de um dia chegar. Quando? Não se sabe..

sexta-feira, 16 de abril de 2010

O menino.

Devagar olhei nos olhos dele. Os mesmos brilharam com a luz que invadia as janelas do hospital.
Aproximei do pequeno. Acariciei seus cabelos e sorri.
Ele puxou minha mão, levou até seu pequeno peitinho. Céus! Como estava fraco. Seus pulmões estavam com problemas e a falta de ar atacava-lhe sempre. Meus olhos não eram de pena, dó ou qualquer sentimento assim. Um menino de 12 anos, careca de nariz arrebitado sabia bem o que fazia quando pediu para que eu sentisse seu coração.
- Querido.. você está melhor que a semana passada.
- Eu sei, tia. Por isso quero que sinta-o com todo fervor. Ele está batendo mais rápido, e suas pulsadas são tons de música a meus pulsos.
- Pequeno.. eu queria muito te ajudar mais!
- Sorria, tia. Mostre que na minha presença seus dentes apareceram.. mostre que não causo apenas dó nas pessoas.
- Você me causa algo feliz. Como uma sementinha de girassol.
- Odeio o sol!
- Eu também!
- Sorria..
- Me ajude!

O garoto abriu os lábios e a risada adornou-lhe a cara. A sobrancelha desceu, as bochechas se espremeram.. e pela primeira vez em toda minha vida, ví um menino nascer.
Pousei meus dedos novamente em seu tórax. O coração estava lá.. batendo.. pulsando..
Meu sorriso não demorou a aparecer.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Hoje..
Céus! 18 anos.
Tenho certeza que tudo será bom, recebi tantos desejos.
Fiz tantas projeções pra essa idade e espero continuar com 16.. 17.

Preciso de algumas pessoas comigo. \o
isso me deixa feliz demais, :D
Quero o sorriso de quem está comigo. Esse sim, é meu melhor presente.
Obrigada pelas 24 ligações de hoje, 12 de ontem e 3 de madrugada *-*
Obrigada pelos sorrisos da sala, pelos scraps e pelo PÃO DE QUEIJO DE ANIVERSÁRIO! :D
Amo vocês, amigos.
Amo MEUS AMIGOS! Aqueles que não me abandonarão.. \o